Precisamos falar sobre As Bruxas de East End

Olá, amores!


Tudo joinha com vocês?

Meu nome é Gisele e devem ter visto na semana passada a apresentação da Elen sobre a minha pessoa. Ela me convidou e estou honrada em fazer parte desse cantinho tão especial, sou a nova colaborado do Blog. Eeeeeeeee!!!






Toda semana vocês vão me ver por aqui falando sobre meus outros amores... Para quem não sabe, eu sou escritora e amo livros, mas sou apaixonada por filmes e séries também, e será sobre eles que vou falar aqui.

Bem, para minha estreia resolvi falar sobre uma série que eu estava maratonando no Netflix, que diga-se de passagem é maravilhosa. hehe

Eu já assisti algumas séries que estão por lá e essa em especial (ou quase todas que parei para realmente ver) me viciou. Enquanto não terminei não sosseguei, adoro isso!

As bruxas de East End é aquele tipo de série que você pega, não dá nada por ela e quando percebe já virou um zumbi que já faz parte do sofá. Eu comecei por pura curiosidade e virei a madrugada assistindo.

E preciso falar, eu amo enredos desse tipo, bruxas, ficção científica, deuses, vampiros, lobos.... Esse mundo de fantasia em encanta! <3




A série conta a história das meninas Beauchamp, Joanna a mãe (Julia Ormond), Ingrid (Rachel Boston) e Freya (Jenna Dewan) as duas filhas e Wendy (Mädchen Amick) a tia. 




Elas forma amaldiçoadas e vivem em nosso mundo escondendo seus poderes. 
Eu não posso contar o que é maldição delas e o porquê dessa maldição, então você terá que assistir para saber. ;)



Só que Joanna não conta as suas filhas que elas têm poderes especiais o que nos mostra no primeiro episódio não ser uma escolha muito inteligente. As meninas descobrem da pior forma e isso se torna uma grande bagunça. 

Já no começo temos como foco o romance de Freya e Dash (Eric Winter) que estão ficando noivos e vão dar uma festa para comemorar, eles estão felizes e apaixonados. Receita perfeita para o par perfeito, não é? Na teoria sim, só que o casal vinte não contava com o sonho que a bruxinha teria com um cara misterioso que mexe com o seu coração de uma forma que ela nunca sentiu antes. E nada poderia ser pior para seu romance perfeito do que descobrir que o homem do sonho é realmente de verdade e quem ele é. 

No decorrer da história nos divertimos com elas, choramos, nos emocionamos e as heroínas não deixam a desejar. São fodásticas! Tem romance, almas gêmeas, amores perdidos, outros amores encontrados... eu amei essa parte da trama. Adoro um bom romance, ainda mais quando são complicados rsrsr

Particularmente tenho minhas bruxas preferidas, Freya e Wendy. Não sei porque, me identifiquei rsrs

Enfim, elas precisam vencer os desafios de serem quem são e carregar o fardo de seus poderes, e claro, tem os inimigos que não largam do pé de nossas meninas. 

Na primeira temporada, tem um transmorfo atrás de Joanna, que se parece com ela, e procura por vingança, começa a assassinar as pessoas da cidade, ela é acusada e acaba presa. Quando por fim descobrimos quem é o inimigo por trás de tudo as coisas vão se encaixando e aí está a genialidade da série.

Já na segunda temporada elas têm um inimigo de maior peso. Não vou falar muito sobre ele porque é spoiler e pode estragar toda a emoção da primeira temporada. 

Enfim a, a série é maravilhosa para quem ama esse mundo fantástico.

Começando pela esquerda da tela os personagens principais:
Killian, Joanna, Wendy, Freya, Indrig e Dash.


Pena que não teremos uma terceira temporada. Eu olhei na Internet e a última notícia da série e de 2014 o que é muito triste já que a série é ótima.

Vi no Wikipédia que há boatos que a série poderá ser concluída no cinema, mas a notícia é de 2015 então não sei se vai realmente rolar.

Ah, eu pesquisei e tem uma série de livros que inspirou o seriado. Mas apenas dois volumes foram publicados no Brasil. Clique aqui

Vale muito assistir essa série. Eu recomendo!

Bom, espero que tenham gostado. Eu nunca fiz resenha de série ou filme, e espero fazer jus a esse hobby que tanto amo.


Beijinhos no coração e até a próxima semana



3 comentários: