[Estante Digital] Minhas Para Proteger - Destinados, vol. 01 - F.P.Rozante




Certa vez escutei que duas almas destinadas a ficarem juntas serão guiadas até que se encontrem. Mas no mundo é muito mais fácil encontrar a crueldade do que o amor. Posso afirmar, pois estou marcada, ferida e certa de que nem o tempo é capaz de curar velhas feridas. Não sou cética, apenas ciente de que não posso me arriscar. Não posso colocar em risco meu bem mais precioso. Aprendi a sobreviver sozinha e é deste modo que pretendo seguir até o fim. Mas, o que fazer quando nossas convicções são colocadas à prova? Uma coisa é certa. Não podemos fugir do que estamos destinados



Minhas Para Proteger // Destinados // F.P.Rozante //  Romance // 348 páginas // Ano 2016 // 2º edição // Skoob // Amazon



Oi, gente!

Quando eu inaugurei o blog, a minha primeira resenha foi sobre esse livro, Minhas Para Proteger. Escolhi porque adoro e é um dos meus livros favoritos, na época eu dei quatro estrelinhas, pois havia algumas coisas que me incomodavam. Um tempo depois o blog entrou em inatividade para ser repaginado e todas as resenhas postadas foram retiradas, antes de voltar a ativa novamente. Vi que autora ia relançar o livro, por isso, decidi esperar para ler as possíveis modificações que a autora poderia fazer.


Assim que o livro foi relançado, eu não tive duvidas e o passei na frente de qualquer leitura, e no final me pergunto: Quantas vezes irei precisar ler este livro e não chorar? Não me emocionar tanto?

Eu poderia repostar a resenha, mas sinto que não faz jus a obra. Não que agora irá fazer, só que tentarei expressar pelo menos um pouco do que sinto toda vez que leio.
Viviane é uma jovem mãe solteira que mesmo com sua pouca idade, a bagagem que carrega é muito pesada.  A procura de um emprego para poder sustentar sua filha, Julia. Assim que surge uma oportunidade, Vivi agarra, mas ela terá que morar em uma fazenda.

Romão é um grande fazendeiro e tem seu sono perturbado por pressentimentos com uma jovem e uma garotinha. E, para sua surpresa, ao voltar para casa ele encontra uma dupla dinâmica que foi só seus olhos caírem sobre elas que ele soube. Elas eram dele. Dele para amar e proteger.



Não deu outra, o pequeno Raio do Sol que já tinha conquistado o coração de toda peonada, laçou o coração desse peão sem piedade, era impossível não se render a toda inocência que aquele pequeno ser irradiava. Mas, a sua mãe já era outra conversa, Vivi era arisca e arredia às investidas de Romão, com o coração ferido ela só queira proteger sua pequena e a si própria.



Apesar da resistência da mocinha Romão não se deixa abalar, ele vai quebrando um por um dos tijolos que constroem os muros dela. Toma sua filha por sua — o que não foi difícil, Julia é um amor —, apresenta-a para sua família, faz a Vivi conhecer o respeito, confiança, cuidado. E, claro que não dava para manter as barreiras com um cowboy lindo, tesão, bonito e gostosão, sendo todo carinho e fofo, não é? Mesmo lutando com todas as suas forças e tentando manter-se no seu lugar, como empregada e manter-se invisível, não deu certo (palmas para o esforço dela). Romão estava oferecendo uma oportunidade de felicidade, mas para isso ela terá que revelar os seus segredos.


Logo de cara eu pude perceber as mudanças, não no enredo e sim na escrita. E posso dizer que o livro ficou melhor, é totalmente notável o amadurecimento na escrita da autora. Na resenha antiga, eu destaquei como ponto negativo a repetição das mesmas cenas — o livro é narrado pelos dois protagonistas, então a autora colocava o ponto de vista de ambos para a mesma cena, o que deixava a leitura cansativa, porém, nessa edição isto está diferente, a autora explorou bem mais a historia, evitando repetições de cenas (pelo menos, o excesso delas) como na edição anterior.

Como eu tinha dito, eu já li esse livro umas dezenas de vezes (já perdi as contas), e posso dizer que o conhecia de trás para frente. E com isso concluo que o livro está mais rico e até mais maduro. A mensagem que a F.P. Rozante prega através desses personagens que é o amor, a amizade, família, lealdade e proteção.
A capa está “deusa”. 

Como vocês já sabem eu adoro um bom clichê e um bom romance, e Minhas Para Proteger é uma ótima combinação. Se você é assim como, faça essa aposta que é certeira, a leitura é bem rapidinha e leve.

Espero que tenham gostado!

Beijos e um queijo mineiro!
Até a próxima!

2 comentários:

  1. Oooiii, não tenho palavras para dizer o quanto AMEI sua resenha. Estou emocionada e muito feliz com todo carinho, pela maneira como acolheu meu livro, uma parte minha ai em sua casa, no seu coração. OBRIGADA por acreditar, por sempre me apoiar. <3 Me fez sentir que estou no caminho certo e que devo prosseguir nessa caminhada. Beijoooos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que venho agradecer por ter escrito um livro tão sensível. Fico feliz por ter gostado da resenha, foi um prazer reler, pude matar a saudades da Raio do Sol <3 Beijos

      Excluir